Familiares poderão entrar em contato com a unidade para sinalizar ausência de ligações

 

Desde 04 de maio, o Hospital Mestre Vitalino suspendeu por tempo indeterminado as visitas aos pacientes internos, como medida de precaução e segurança diante da pandemia do novo coronavírus. A intenção foi diminuir o risco de infecção para os familiares, pacientes e colaboradores. A ausência das visitas gera muita preocupação nos familiares, e por isso, o HMV criou um call center por meio do qual os médicos e técnicos entram em contato com os familiares para informar o estado de saúde de cada paciente. 

Algumas vezes essas ligações apresentam falhas pela ausência de atendimento, por contatos informados incorretos e outras situações operacionais. Para sanar essas ocorrências, a partir de agora a unidade irá disponibilizar o número (81) 3725-7761 para que os familiares possam entrar em contato e sinalizar que não receberam a ligação. A ideia é tornar essa rotina de informações fluida, para evitar momentos de preocupação e tensão para a família. 

Agora, no momento de entrada do paciente na unidade, o familiar ou responsável receberá um folheto com todas as informações sobre as ligações. “Nós criamos um cronograma de ligações de acordo com o setor, e neste período percebemos que precisávamos ajustar alguns protocolos. Vamos tentar minimizar isso ao máximo e conseguir estabelecer essas ligações. Compreendemos a preocupação das famílias, ainda mais neste período que estamos vivendo”, explicou Leandro Rosa, coordenador do ambulatório e responsável pelo call center do HMV.

O serviço do call center funciona de segunda a sexta-feira das 08h às 17h, as ligações possuem dois formatos: médicas - para detalhamento do quadro de saúde; e administrativas - para repasse do boletim médico. Os contatos são feitos todos os dias para as famílias de pacientes internos nos setores Covid-19 (clínicas e UTI’s) e em dias alternados para os demais setores, seguindo o cronograma abaixo:

 

Segunda-feira: Clínicas COVID-19, UTI’s COVID-19, Emergência, Cardiologia, Neurologia, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e UTI Pediátrica;

Terça-feira: Clínicas COVID-19, UTI’s COVID-19, Neurologia, UTI 3 e UTI Pediátrica;

Quarta-feira: Clínicas COVID-19, UTI’s COVID-19, Emergência, Cardiologia, Neurologia, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e UTI Pediátrica;

Quinta-feira: Clínicas COVID-19, UTI’s COVID-19, UTI 3;

Sexta-feira: Clínicas COVID-19, UTI’s COVID-19, Emergência, Cardiologia, Clínica Médica, Neurologia, UTI Pediátrica.

 

Durante o período, o paciente passou 29 dias intubado

 

Ontem foi dia de comemoração na UTI 4 do Hospital Mestre Vitalino. O primeiro paciente admitido no setor recebeu alta para a enfermaria após 61 dias de internamento. O homem de 54 anos deu entrada na unidade no dia 21 de abril, mesma data da inauguração dos leitos da UTI 4, chegou em uso de ventilação mecânica e passou 29 dias intubado. 

Após quatro dias de internação apresentou disfunção renal e precisou realizar terapia renal substitutiva (hemodiálise). No dia 19 de maio o paciente passou por procedimento de traqueostomia. Apresentou dificuldade para sair da ventilação mecânica. No dia 16 de junho iniciou o processo de aceitação da dieta via oral e no dia 17 conseguiu realizar sua primeira refeição depois de mais de 50 dias de internamento. Na última sexta (19) deu seus primeiros passos com auxílio da equipe. Ontem (22), o paciente seguiu de alta para a enfermaria Covid-19. 

“Para nós esse momento é uma grande vitória, estamos vivendo um período de muitos desafios. Cada plantão é uma batalha vencida contra essa doença. A história de cada paciente nos toca, e depois de um longo período vê-lo bem, se alimentando, caminhado e recebendo alta é motivo de muita alegria e renovação das nossas esperanças. Vamos vencer”, contou a enfermeira intensivista da UTI 4, Marília Cavalcanti.

 

Ao todo a unidade irá dispor de 102 leitos que serão entregues de forma gradativa

 

Nesta sexta-feira (12), o Hospital de Campanha, instalado no pátio do Hospital Mestre Vitalino (HMV), no Agreste de Pernambuco, passa a disponibilizar 20 (vinte) leitos de enfermaria para atender pacientes com Covid-19. Na última segunda (08), 10 leitos de UTI foram entregues e estão em funcionamento nas dependências do HMV. Desta forma, até o momento a unidade dispõe de 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria.

O Hospital de Campanha já registrou cinco pacientes positivos para o novo coronavírus. Eles estão internados nos leitos de UTI e são das cidades de Sanharó (51 anos), Arcoverde (75 anos), Toritama (80 anos), Caruaru (72 anos) e Agrestina (59 anos). “A partir de hoje o Campanha de Caruaru passa a contar com 20 leitos de enfermaria, essa entrega de leitos é um passo muito importante para a nossa região que ainda apresenta um crescimento no número de casos da doença”, explica o diretor do HMV, Dr. Marcelo Cavalcanti.

 

Ao todo a unidade dispõe de 16 leitos de UTI e 20 de enfermaria

 

O Hospital de Campanha localizado em Caruaru, Agreste de Pernambuco, abriu hoje mais seis leitos de UTI Covid-19. A unidade está em funcionamento desde o dia (08) e até o momento já atendeu 17 pacientes com casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. No último boletim divulgado nesta segunda (22), há 7 (sete) pacientes internados na enfermaria e 5 (cinco) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

O interior de Pernambuco ainda vive um momento de crescimento dos números de infectados, e os novos leitos chegam para auxiliar os pacientes que necessitam de suporte ventilatório durante o tratamento. "Nós estamos vivemos ainda um momento delicado aqui na região, e continuamos acompanhando o crescimento desta pandemia em Caruaru e nas demais cidades. Por isso é tão importante a abertura destes novos leitos hoje", explicou Dr. Marcelo Cavalcanti, diretor geral do HMV.

Agora o Hospital de Campanha conta com 16 leitos de UTI e 20 leitos de enfermaria para atender a população das 4a e 5a regiões de saúde que compreende 53 cidades e uma população de aproximadamente 1,9 milhão de habitantes.

 

Unidade inaugurou 10 leitos de UTI do Hospital de Campanha

 

O Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, Agreste de Pernambuco, é referência para o atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19, nas 4ª e 5ª regionais de saúde, e contará nos próximos dias com a estrutura de um hospital de campanha para ampliar a capacidade de atendimento.

Diante da necessidade, a partir desta segunda (08), a unidade passa a contar com 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva - UTI. A ação antecipa o funcionamento de leitos do Hospital de Campanha. No momento, o novo hospital já está estruturalmente concluído e aguarda a chegada de equipamentos e insumos para abertura dos demais leitos, que se dará de forma gradativa, conforme a necessidade da região.

Para agilizar a abertura de leitos, o HMV montou a nova ala dentro das suas dependências. Somando agora 50 leitos de UTI Covid-19, sendo 40 leitos próprios e 10 do Hospital de Campanha. A previsão é que na próxima semana mais 10 leitos de UTI entrem em funcionamento. Ao todo, o Hospital de Campanha contará com 102 leitos, sendo 20 deles com suporte ventilatório.

"Com a autorização do Governo do Estado, decidimos abrir hoje 10 novos leitos que já são da unidade do Hospital de Campanha. A ação visa oferecer uma assistência ágil aos pacientes que estão precisando de UTI aqui no interior. Para evitar ociosidade, os demais leitos serão abertos ao longo das semanas de acordo com a demanda", esclareceu Dr. Marco Túlio, diretor médico do HMV.

Localização

© 2017-2020 Hospital Mestre Vitalino. Todos os direitos reservados